Cidades Coluna Social

Palestra sobre Tombamento da Igreja de São Pedro do Avaí e Patrimônio Cultural

Palestra do Programa de Educação do Patrimônio Cultural de Manhuaçu com o Prof. Fabrício Santos - Presidente do COMPAC

10/11/2021 10h38 Atualizada há 3 meses
145
Por: Comendador Fabrício Santos
Coluna Resenha Cultural Fabrício Santos
Coluna Resenha Cultural Fabrício Santos

No dia 07 de novembro de 2021 às 10h no Salão Paroquial da Igreja de São Pedro do Avaí, o Conselho Municipal do Patrimônio Cultural de Manhuaçu- COMPAC, realizou mais uma ação no Distrito de São Pedro do Avaí do cronograma do Programa de Educação do Patrimônio Cultural do ano de 2021, com uma palestra com o Tema: Tombamento da Igreja de São Pedro do Avaí e Patrimônio Cultural. O Presidente do Conselho COMPAC Fabrício Souza Santos que também exerce a função de Diretor Municipal do Patrimônio Cultural de Manhuaçu foi o palestrante responsável em ministrar as informações relativas à temática e promover um debate com os representantes da coordenação da Igreja e das pastorais, visando reflexões sobre a importância histórica da Igreja de São Pedro do Avaí como Patrimônio Cultural, com sua arquitetura com características no estilo Art Decó, com seu piso de confecção artesanal de Ladrilho Hidráulico da década de 60 no estilo Art Decó e na oportunidade, explicou sobre as documentações e as plantas arquitetônicas, memorial descritivo da igreja de São Pedro e os procedimentos admistrativos do inventário e tombamento do bem imóvel, que teve seu tombamento homologado pelo Decreto Municipal nº 461 de 01 de dezembro de 2020.

A coordenadora da Igreja a senhora Margarette Aparecida Felipe Silva fez a acolhida de todos os participantes e logo após à palestra, houve a fala da Prefeita Municipal de Manhuaçu Maria Imaculada Dutra Dornelas, que na oportunidade informou sobre a construção da base e Estátua de São Pedro Apóstolo em Concreto Celular, no centro da Praça Euzébio Gonçalves Dutra, que por sua vez, também sofrerá uma intervenção de revitalização por parte da Prefeitura. A prefeita também apresentou para a comunidade a intensão de se fazer um Cruzeiro iluminado com estrutura de aço no local onde havia a antiga estátua de São Pedro feita em fibra de vidro que caiu por não ter resistido às intempéries, ações do tempo e a falta de manutenção. Com a palavra, o Pároco da Igreja Pe. Roberto Carlos Vilela falou sobre o compromisso da Coordenação da Igreja em zelar pela conservação do Patrimônio Histórico Cultural e também de providenciar e regularização das documentações da igreja para que ela possa no ano de 2022, sobre uma intervenção de Restauração das Pinturas externas e de seu jardim com o apoio do Conselho do Patrimônio Cultural custeando as despesas através do FUMPAM – Fundo Municipal do Patrimônio Cultural de Manhuaçu. Ao final, o Presidente do COMPAC Fabrício Santos fez distribuição de algumas Cartilhas educativas do Patrimônio Cultural para os coordenadores participantes e agradeceu a todos pela participação na palestra. Após o encerramento foram convidados todos os coordenadores das pastorais e da igreja para tirarem uma foto oficial, para registrarem e oficializarem este ato da Ação do programa de Educação do Patrimônio Cultural para ser encaminhado como relatório ao IEPHA/MG.

Participantes da Palestra de Educação do Patrimônio Cultural:

-Prefeita Municipal de Manhuaçu: Maria Imaculada Dutra Dornelas;

-Padre Roberto Carlos Vilela – Pároco da Igreja de São Pedro do Avaí;

-Palestrante: Fabrício Souza Santos – Presidente do COMPAC e Diretor Municipal do Patrimônio Cultural de Manhuaçu;

-Suporte técnico: Udson Vicente Caldeira – Presidente do COMTUR e Coordenador Municipal de Turismo de Manhuaçu;

- Margarette Aparecida Felipe Silva – Coordenadora da Igreja;

- Edson Teixeira Araújo – Tesoureiro da Igreja;

- Firmino Ferreira – Coordenação da Igreja;

-Reinan Dutra – Terço dos Homens;

- Paulo César de Oliveira – Pastoral da Criança;

-Eduardo Magno Silva – Coordenador dos Ministros;

-Valter Dutra – Equipe de Música Litúrgica;

-Raimunda Aparecida Lopes Dutra - Equipe de Música Litúrgica;

-Elenita – Equipe de Catequese;

-Mariana – Pastoral do Acolhimento;

-Sávio – Grupo de Oração – RCC.

3 comentários
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Resenha Cultural Fabrício Santos
Sobre Resenha Cultural Fabrício Santos
Comendador Fabrício Santos, escritor/poeta manhuaçuense. Artista Plástico filiado ao SINAP-ESP/AIAP – UNESCO e Penta-Recordista (RankBrasil), graduado em Pedagogia e 2ª Licenciaturas em História e Artes, Bacharel Livre em Teologia, Auxiliar Técnico em Metalurgia, Pós-graduado em Literatura, Cultura, Arte na Educação, Filosofia e Direitos Humanos, Especialização Técnica em Arteterapia e Musicoterapia, cursando Arquitetura e Urbanismo pela UNIFACIG. Presidente da ACLA/MG e Benemérito da FEBACLA/RJ
Manhuaçu - MG

Manhuaçu - Minas Gerais

Sobre o município
Notícias Acadêmicas,Culturais, Sociais,Turísticas,Educacionais,Terapêuticas e da área da Saúde de Manhuaçu-MG. O nome de Manhuaçu que em Tupi significa “grande chuva”, foi emancipada no dia cinco de novembro de 1877 e, alguns anos depois, tornou-se cidade. Neste período a cidade perdeu uma grande área territorial, originando 70 municípios que compõem o leste de Minas Gerais. Com o fim do ciclo do ouro na região, a maior riqueza do município tornou-se o café.
-
Atualizado às 21h00 - Fonte: Climatempo
°

Mín. ° Máx. °

° Sensação
km/h Vento
% Umidade do ar
% (mm) Chance de chuva
Amanhã (29/01)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. ° Máx. °

Domingo (30/01)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. ° Máx. °