Câmara dos Deputados Câmara dos Deputados

Câmara aprova urgência para proposta que cria campanha Junho Verde; acompanhe

Paulo Sérgio/Câmara dos Deputados Deputados reunidos durante sessão do Plenário da Câmara O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou requerimento...

12/05/2022 13h31
2
Por: Adão Gomes Fonte: Agência Câmara de Notícias
Deputados reunidos durante sessão do Plenário da Câmara - (Foto: Paulo Sérgio/Câmara dos Deputados)
Deputados reunidos durante sessão do Plenário da Câmara - (Foto: Paulo Sérgio/Câmara dos Deputados)

O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou requerimento de urgência para o Projeto de Lei 1070/21, que inclui a Campanha Junho Verde entre as ações da Política Nacional de Educação Ambiental. Com a aprovação do requerimento, a proposta poderá ser votada diretamente pelo Plenário sem a necessidade de passar antes pelas comissões permanentes.

Assista ao vivo

O deputado Nilto Tatto (PT-SP), um dos deputados que pediu a urgência para a proposta, lembrou que a campanha foi sugerida pela Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). "Esse projeto é inspirado nos ensinamentos do próprio Papa Francisco, na Laudato Si, pela qual ele nos chama à responsabilidade do cuidado da nossa casa comum", afirmou Tatto. "Trata-se de um projeto para estimular o cuidado e a mobilização da sociedade com a nossa terra, com a biodiversidade e com a vida."

Conforme a proposta, a campanha será promovida pelo poder público federal, estadual e municipal, em parceria com empresas, escolas e entidades da sociedade civil, com o objetivo de conscientizar a população sobre a importância da conservação dos ecossistemas naturais e de todos os seres vivos e do controle da poluição e sobre a degradação dos recursos naturais.

As ações incluirão divulgação de informações sobre a conservação de florestas e biomas; sensibilização acerca da redução de padrões de consumo; estímulo à conservação da biodiversidade brasileira e de espaços públicos urbanos; debate sobre as mudanças climáticas, entre outras.

Mais informações a seguir

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.