Cidades Coluna Social

Transtorno do Espectro Autista

Os cuidados com a criança e o apoio à família

15/06/2021 17h00
126
Por: Priscila Araújo
Transtorno do Espectro Autista

O TEA, Transtorno do Espectro Autista,  é um transtorno do neurodesenvolvimento caracterizado por dificuldades na comunicação, socialização e no comportamento.  Sabemos que o TEA se encaixa no termo Espectro que se trata de uma gama de variações e possibilidades de manifestações comportamentais, classificados pelo DSM-V em três níveis: 1 leve, 2 moderado e 3 severo. A partir desse texto vamos nos aprofundar em cada um desses níveis para começando pelo nível 1, TEA leve. 

O TEA nível leve muitas vezes é diagnosticado somente na adolescência e em algumas situações o diagnóstico só vem na vida adulta, sendo que as características são adaptáveis e por vezes passam batido no contexto social. Pessoas com nível leve são funcionais e conseguem se adequar às necessidades do ambiente de acordo com sua conveniência. Já ouvi relatos de pais de pacientes meus que foram diagnosticados tardiamente, na fase adulta e que disseram “mascarar” suas características com comportamentos aceitáveis socialmente. Outros disseram “fugir” de situações em que era necessário estar em convívio social dando desculpas para evitar estar em ambientes com outras pessoas. 

É importante compreender que o nível leve não reduz as dificuldades que a pessoa com TEA possui e que a sociedade muitas vezes por falta de conhecimento acaba “cancelando” essas pessoas reduzindo o diagnóstico com discurso pautado no capacitismo. A mídia por vezes apresenta o autista nível leve como alguém com habilidades incríveis e com inteligência superior, tal imagem produz um rótulo que é contrário à realidade da maioria das pessoas com esse diagnóstico.

A diferença do nível leve para os demais é somente que neste grau a pessoa apresenta as características de forma leve, ou seja, os sintomas estão ali, mas de uma forma mais branda, porém, vale frisar que os sintomas continuam ali no indivíduo que precisa lidar com todos os desafios e dificuldades que implicam o TEA tais como: Dificuldade nas habilidades sociais, comunicativas e sensoriais. 

Portanto, o termo “Conhece-te a ti mesmo” (Sócrates) vale muito para pessoas que possuem TEA leve, o autoconhecimento e as terapias cognitivos comportamentais (TCC) podem contribuir no bem estar e na qualidade de vida! Se você percebe alguma característica que foi citada, não deixe de buscar ajuda profissional! E não esqueça: Acredite sempre no seu potencial! Cuide-se! Regue do seu jardim!

Priscila Araújo

3 comentários
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Autismo no dia a dia
Sobre Autismo no dia a dia
Nesta coluna estarei relatando minhas experiências com meus dois filhos autistas e de outras mães da AMAI( Associação das Mães e Amigos dos Autistas). Estarei também abordando temas relacionados ao AUTISMO e experiências com meus clientes, no dia a dia no meu consultório.
Ponte Nova - MG

Ponte Nova - Minas Gerais

Sobre o município
Ponte Nova é um município brasileiro do estado de Minas Gerais. Localizado na Zona da Mata Mineira, sua população estimada em julho de 2017 era de 60 361 habitantes. Pertencente ao Circuito Turístico Serras de Minas. Fundação 12 de dezembro de 1770 (250 anos) Emancipação 30 de outubro de 1866 (154 anos). É conhecida também como o maior pólo suinícula do Estado de Minas Gerais e está entre os maiores do país. Possui indústrias diversas e faculdades.
-
Atualizado às 21h00 - Fonte: Climatempo
°

Mín. ° Máx. °

° Sensação
km/h Vento
% Umidade do ar
% (mm) Chance de chuva
Amanhã (29/01)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. ° Máx. °

Domingo (30/01)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. ° Máx. °