Cidades Coluna Social

Você sabe o que são Memórias Afetivas?

Tempo, tempo, tempo...

01/10/2021 15h21 Atualizada há 2 meses
135
Por: Grazielle Sabino
Você sabe o que são Memórias Afetivas?

A memória afetiva é aquela lembrança que surge por meio de elementos sensoriais e emocionais. Assim, ela aparece a partir de gatilhos específicos, como sons, cheiros, sabores e cores que remetem a algum momento importante que aconteceu no passado.

Como por exemplo, aquele 'cheiro de vó'  ou aquele 'gostinho de infância', sensações que experimentei enquanto fazia a leitura do texto "Quando a casa dos avós se fecha" (autoria desconhecida) o qual tenho alegria em compartilhar com vocês.

Como essas memórias são especiais para nós! Fica o convite a essa viagem ao saudosismo.

Quando a casa dos avós se fecha

Acho que um dos momentos mais tristes da nossa vida é quando a porta da casa dos avós se fecha para sempre... Pois quando essa porta se fecha, encerramos os encontros com todos os membros da família, que em ocasiões especiais, quando se reúnem, exaltam os sobrenomes como se fosse uma família real e, sempre carregados pelo amor dos avós, como uma bandeira, eles  (os avós) são culpados e cúmplices de tudo.

Quando fechamos a porta da casa dos avós, também terminamos as tardes felizes com tios, primos, netos, sobrinhos, pais, irmãos e até recém-casados que se apaixonam pelo ambiente que ali respiram.

Não precisa nem sair de casa, estar na casa dos avós é o que toda família precisa para ser feliz.

Nas reuniões de Natal, a cada ano que chega, pensamos: "... e se essa for a última vez?" É difícil aceitar que isso tenha um prazo, que um dia tudo ficará coberto de poeira e o riso será uma lembrança longínqua de tempos  talvez melhores.

O ano passa enquanto você espera por esses momentos e, sem perceber, passamos de crianças abrindo presentes a sentarmos ao lado dos adultos na mesma mesa, brincando do almoço, e do aperitivo do jantar porque o tempo da família não passa e o aperitivo é sagrado.

A casa dos avós está sempre cheia de cadeiras, nunca se sabe se um primo vai trazer namorada, porque aqui todos são bem vindos.

Sempre haverá uma garrafa térmica com café ou alguém disposto a fazê-lo.

Você cumprimenta as pessoas que passam pela porta, mesmo que sejam estranhas, porque as pessoas na rua dos seus avós são seu povo, eles são a sua cidade.

Fechar a porta da casa dos avós é dizer adeus às canções com a avó e aos conselhos do avô, ao dinheirinho que te dão secretamente dos teus pais como se fosse uma ilegalidade, chorar de rir por qualquer bobagem, ou chorar a dor daqueles que partiram cedo demais. 

É dizer adeus à emoção de chegar a cozinha e descobrir as latas fartas de biscoitos e guloseimas, destampar as panelas, e saborear a 'comida da avó'.

As memórias afetivas ficam para sempre, é um pouco do que somos, parte da nossa identidade. É tempo de olhar para trás com amor e viver o hoje com gratidão. Honrar a vida que fluiu naturalmente através deles para nossos pais até chegar a nós. Sempre há tempo de renovar as suas histórias. Aproveite os momentos e guarde apenas o que precisa ser guardado.

Beijos.

Até a próxima.

10 comentários
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
(Di) versos - Grazielle Sabino
Sobre (Di) versos - Grazielle Sabino
Escritora, poeta, cronista, artista plástica, sócia proprietária da Loja Cult Vip (100% Artesanal).Qualificação Life Coaching, Capacitações em Mediação/Gestão de Conflitos e Facilitadora de Processos pelo Gotland Inst. Cult. Educação e Artes. Bacharelando em Direitos Humanos com ênfase em Ciências Sociais pela OMDDH. Acadêmica fundadora e Vice- Presidente da ACLAMG, Sócia Correspondente da ALEPON, Dama Comendadora de Justiça, Embaixadora da Paz, dentre outros.
Manhuaçu - MG

Manhuaçu - Minas Gerais

Sobre o município
Notícias Acadêmicas,Culturais, Sociais,Turísticas,Educacionais,Terapêuticas e da área da Saúde de Manhuaçu-MG. O nome de Manhuaçu que em Tupi significa “grande chuva”, foi emancipada no dia cinco de novembro de 1877 e, alguns anos depois, tornou-se cidade. Neste período a cidade perdeu uma grande área territorial, originando 70 municípios que compõem o leste de Minas Gerais. Com o fim do ciclo do ouro na região, a maior riqueza do município tornou-se o café.
-
Atualizado às 21h00 - Fonte: Climatempo
°

Mín. ° Máx. °

° Sensação
km/h Vento
% Umidade do ar
% (mm) Chance de chuva
Amanhã (09/12)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. ° Máx. °

Sexta (10/12)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. ° Máx. °